Câmara instala Comissão Processante  para investigar Fake News

A representação contra a Vereadora Mara Valdo foi apresentada pelo cidadão Nelson de Almeida Junior

Na tribuna, a vereadora Mara Valdo faz sua defesa

Na sessão realizada quarta-feira, 12/08, o plenário da Câmara Municipal de Dois Córregos acolheu a representação apresentada pelo cidadão Nelson de Almeida Junior  onde pede que seja instalada Comissão Processante por quebra de decoro parlamentar da vereadora Mara Valdo.

O cidadão justifica na representação que a vereadora Mara Valdo publicou   em 09/07/2020 postagem em sua onde afirma que o Abrigo Emergencial instalado no Centro Dia Adelino Coradi foi denunciado na Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads) – de Bauru – para que fosse fechado, como ato de perseguição política.

publicidade

Essa denúncia foi negada pela diretora do órgão, em resposta ao pedido de informação realizada pelo presidente do Legislativo de Dois Córregos, vereador Mauricio Godoy Prado

A representação foi recebida por 5 votos a 3. Rogério Amaral assumiu como suplente da vereadora Mara Valdo para votação da representação. Votaram por receber a representação s vereadores Celso Pegorin, Dinho Spirito, Trevisan, Cristina Curi e Marta Wieck.  Contra o recebimento votaram Alceu Maziero, Rogério Amaral e Zé Lourenço.

A escolha da Comissão Processante foi realizada por sorteio e constituída pelos Vereadores: Trevisan, Presidente; Zé Lourenço, Relator e Marta Wieck, Membro.

A comissão tem 90 dias para conclusão dos trabalhos e apresentação de relatório.


Fake News são notícias falsas publicadas por veículos de comunicação ou redes sociais como se fossem informações reais. Esse tipo de texto, em sua maior parte, é feito e divulgado com o objetivo de legitimar um ponto de vista ou prejudicar uma pessoa ou grupo (geralmente figuras públicas).

Comentários
Compartilhe