Governo de SP prorroga programa Merenda em Casa até dezembro

Alunos recebem o valor-base de R$ 55 desde o mês de abril; investimento total do estado é de R$ 345 milhões 

O  Governo de São Paulo manterá o programa Merenda em Casa nos meses de novembro e dezembro para 19,1 mil estudantes da região de Bauru. Em todo o estado são 770 mil alunos beneficiados. No total, o investimento será de R$ 345 milhões até o fim do ano.

A oitava parcela do subsídio foi paga nesta semana e a previsão é de que benefício de dezembro seja transferido ao longo do mês. “O programa atende os estudantes mais carentes, aqueles que vivem, infelizmente, em situação de pobreza ou extrema pobreza e que recebem a oportunidade de fazerem a sua merenda em suas casas”, disse Doria.

publicidade

O Merenda em Casa foi implementado há oito meses para destinar aos estudantes de famílias mais vulneráveis o valor de R$ 55 por aluno para a compra de alimentos, durante o período de suspensão de aulas presenciais por conta da pandemia do coronavírus. Embora em parte do estado as escolas já tenham retornado as atividades presenciais, o Governo de São Paulo resolveu garantir o benefício até o fim do ano.

 

Comentários
Compartilhe