Escolha sua praia

A expressão acima foi dita, com propriedade, na gravação de estudos do livro Nosso Lar, levados ao ar toda terça-feira, às 21h45 em meu canal de youtube. Comentávamos com ênfase sobre a diversidade que nos caracteriza a condição humana, bem como de tudo que nos cerca na natureza. Tudo se assemelha, mas nada é igual, dada a concepção do Criador que não se repete em nada, num turbilhão de diversidade, do micro ao macro, em qualquer ângulo de análise, escancarando Sua grandeza. Onde também está incluído um grão de areia, que pode ser semelhante, mas nunca é igual a outro. Daí a expressão “Escolha sua praia”.

Na edição do vídeo, o amigo Américo Sucena, participante dos estudos, incluiu diversas fotos de praias, com a diversidade própria. E como todo mundo gosta de praia, ficou o convite.

publicidade

Numa frase simples pode ser feita uma comparação notável. Existem praias empedradas, outras limpas, ainda outras sujas de óleo, lixo ou detritos, carregadas ou não de vegetação. Muitas se apresentam com águas calmas e límpidas, como também há aquelas com águas revoltas, de ondas altas ou calmas. Muitas há lotadas, outras solitárias, de fácil ou difícil acesso, como também encontramos as privadas ou públicas, improvisadas, perigosas, procuradas para atividades esportivas, utilizadas para caminhadas ou descanso e mesmo iluminadas à noite ou esquecidas pelas autoridades que delas devem cuidar.

Essa diversidade de condição pode ser aplicada, em comparação, com a própria vida e suas escolhas, nos vários segmentos de atuação e vivência. Podemos escolher sempre dentro da diversidade de opções e sempre colheremos o resultado das escolhas. Escolha, pois, sua praia. Na vigilância do bom senso e no uso do discernimento em tudo que fazemos, as escolhas sensatas resultarão em paz e alegria para nossos dias!

 – Orson Peter Carrara –

Comentários
Compartilhe