Professar e lecionar

O verbo professar lembra a palavra professora, cuja data estamos comemorando neste 15 de outubro, numa justa homenagem a esses mestres que formam os seres humanos para suas profissões, mas que também atuam no sentimento, na moralidade, na conduta, no comportamento.

Embora a palavra seja semelhante na pronúncia e mesmo no “escrever” – com mínima variação –  o significado é diferente. Professar significa, conforme o dicionário, reconhecer publicamente, confessar, declarar, ser convicto, adepto ou seguidor de, seguir determinada ideia ou causa.

publicidade

Já o professor leciona, que significa ministrar lições, ensinar, preparar alguém, instruir.

Então fica fácil concluir: eu leciono matemática ou português, por exemplo e professo o catolicismo ou o espiritismo, também como exemplos para fácil entendimento.

O professar, em síntese, é viver uma ideia, uma escolha ideológica.  Já o professor leciona, ou seja, ensina, instrui, transmite conhecimentos. A diferença é mínima, note-se. Apenas mudamos uma vogal na palavra. Uma com “a”, outra com “o”.

Tudo isso para homenagear os autênticos professores, aqueles que – além de ensinar –  também professam o sacerdócio da educação. Professam o ensino que lecionam.

Portanto, falar de professores é expressar respeito e gratidão.

– Orson Peter Carrara –

Comentários
Compartilhe